Sem categoria

Superintendente da FAPCEN, a convite da Syngenta e TNC, Participa de Discussão sobre o Cerrado

 

A Fapcen através da sua Superintendente Gisela Introvini, participou de um encontro a convite da Syngenta e TNC para discutirem sobre a recuperação das áreas degradadas dos cerrados. Neste plano foram apresentados dados de pesquisa sobre a região dos Cerrados pela Agroicone, e após, diversos pesquisadores de renome nacional discutiram em mesas redondas diferentes tópicos.
O projeto de efetivar um banco de germoplasma de sementes de soja e outros cultivos para estas áreas, a reestruturação e recuperação destes solos, as políticas públicas, os financiamentos e mercados foram os principais temas debatidos.
A necessidade está na verticalização da produção, observância às questões climáticas e o avanço que deve acontecer nos próximos anos com a necessidade de produção dos alimentos.
Gisela Introvini é uma das agrônomas técnicas especialistas na produção de sementes, que a partir dos anos 2000, veio auxiliar a introdução de sementes de soja para o MATOPI, trabalhando em parceria com a Embrapa em convênio com a FAPCEN, desenvolveu cultivares de soja adaptadas às características de clima e solo de regiões de baixas altitudes e introduziu um novo conceito na produção de sementes com qualidade junto ao projeto plantabilidade através do plantio com resultados do teste de vigor.
Atualmente, atua no projeto Agricultura sustentável para os cerrados nordestinos que culmina com os objetivos da Syngenta e da TNC na promoção de desenvolver esta agricultura em áreas degradadas do Cerrado.
Os resultados sobre esse encontro, as definições dos trabalhos científicos apresentados serão expostos na próxima edição da Revista Estilo.

Mostre mais

Artigos Relacionados