Notícias

Grande reunião da FAPCEN com o Governo do Estado e Representantes da RTRS

No última quarta-feira (07/03) uma grande Reunião com Governo Estado Maranhão, representando o Governador Flavio Dino o Presidente do Porto Itaqui Sr. Ted Lago, contando com a presença dos representantes das secretarias de meio ambiente, agricultura e desenvolvimento social com representantes da FAPCEN e do Diretor Mundial da RTRS, Marcelo Visconti e representante da RTRS no Brasil, Cid Sanches.

Através da Vice Governadoria do Estado, a ideia deste grupo de estudo é apresentar o Maranhão estado do agronegócios aos mercados internacionais onde a certificação da soja no mundo alcança 1% e o Estado esta atualmente contribuindo com 20%.

Significando a grande importância do produtor de soja maranhense que além de produzir, preservar, diminuir riscos agropecuário e inclui pessoas a uma sociedade cada vez mais justa gerando renda, empregos, realizando cursos/treinamentos, auxiliando o território em que sua propriedade se encontra inserida e sendo agora valorizado por este mercado internacional.

Para Ted Lago, não podemos mais ficar estacionados enquanto o mundo lá fora cobra por valores agregados a produção e as secretarias de estado tem um papel muito importante nesta formatação de ideia união e trabalhos em conjunto.Citou outros estados que agregam valores na produção ou carne, pescados e outros e agora percebe-se que o Maranhão esta com toda a possibilidade de ter a sustentabilidade agregada ao agronegócio da soja.Que o Porto do Itaqui trabalha com estrategias a longo prazo que transcendem as pessoas.

Visconti comenta, que as exigências cada vez mais aumentam e que o produtor além de cumprir a lei faz outras grandes obras, além de conservar ele se torna valorizado e diferenciado por isso a certificação apresenta esse valor. A certificação é útil completa e implementavel que os governos podem utilizar em benéficio da sociedade.

Para Cid Sanches, a questão jurisdicional não impacta apenas propriedades rurais mas sim toda a região e para isso necessita de apoio de entidades públicas e privadas.

Finalizando Gisela Introvini, o trabalho de todos os setores com comunicação e sinergia traduz esse momento necessário tanto na esfera federal, dos estados, municípios brasileiros como também dentro da propriedade rural onde o setor ambiental deve convergir com o produtivo e social transformando um modelo de gestão proativo e transparente. Esta é uma grande história para ser contada, a do agronegócio sustentável do Maranhão.

Gisela Introvini juntamente com o Presidente do Porto Itaqui representando o Governador Estado do Maranhão serão palestrantes da RT13 que acontecerá nos dias 30 e 31 de Maio, em Lille na França, sobre a importância do Maranhão agregando valores e produtividade ao agronegócio brasileiro.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Verifique também

Close